Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Balanço - Toureio a Pé

  • 2016-10-25 22:15
  • Autor: Solange Pinto


Amanhã - Balanço 'Bandarilheiros'

Os Profissionais:

O toureio a pé, viveu sem lugar a dúvidas, uma das suas mais importantes temporadas, no que a arenas portuguesas concerne.

A aposta por parte das empresas nesta ‘modalidade’ ímpar do toureio, começa a fazer-se notar e a dar os seus frutos, quer na arena em termos artísticos, quer mesmo na bilheteira…

Impensável falar de toureio a pé e não falar da ‘loucura’ que foi trazer Andrés Roca Rey a Salvaterra de Magos. Feliz loucura do empresário Rafael Vilhais, feliz taurinismo e sobretudo, forte sentido comercial. O toureiro do momento, o mais comentado, o que mais paixões levantou, esteve no Ribatejo e encheu praça. Veio com tudo, sem defraudar e a marcar pontos!

Sem os homens do momento, mas, com forte presença de matadores de toiros, deu também o exemplo o Campo Pequeno, com a vinda de José António ‘Morante de la Puebla’, Juan del Álamo, Juan Serrano Finito de Córdoba, Juan José Padilla e Manuel Dias Gomes, este último por duas vezes, fruto diz-se, da sua primeira e triunfal passagem pela arena lisboeta. Pois ‘peguemos’ por aí. Padilla, na minha opinião e nisto das opiniões, cada um tem a sua, não foi autor da mais bela faena em território luso, contudo, é inegável o seu papel de revitalização do toureio a pé em Portugal e sobretudo, é inequívoca a capacidade que tem em cativar o público e faze-lo deslocar-se aos tauródromos onde actua. Este é o respeito e a gratidão que devemos a Juan José Padilla. O ‘Ciclón de Jerez’, é mesmo um vento forte, que pode ter levado a bom porto o parente pobre dos tempos últimos em Portugal, o toureio a pé.

Mourão, Vila Franca, Figueira da Foz, Moita, Abiúl e Chamusca, foram praças onde se viram faenas com capotes e muletas. A destacar há a boa faena de David Fandilla ‘El Fandi’ na Moita e a lindíssima faena a um toiro de Torrestrella, protagonizada por Pedrito de Portugal. Feliz foi também a passagem de Gomes por Lisboa com o melhor toiro do festejo em que actuou, um Manuel Veiga de ‘escândalo’, bem como poderoso foi o labor do diestro Nuno Casquinha, em Beringel.

Ainda assim e pese embora tudo isto, sou literalmente obrigada a destacar uma faena, a que na minha opinião transcendeu tudo o que se viu em Portugal… António João Ferreira, em Vila Franca, por ocasião da Feira de Outubro.

Foi dele a plasticidade, a profundidade, as finas maneiras, a ligação, o temple… de tudo houve, com gosto, com técnica e aliada à arte. Tudo!

Deu uma humilde volta à arena, porque os grandes toureiros são assim, humildes!

A tarde foi de luxo, o palco exigente e o sentimento esteve lá, numa oportuna Homenagem a José Júlio, quem de resto levou Tojó, consigo, a dar outra merecida volta à arena.

António João Ferreira, repito, foi o matador autor da mais bela faena vista em Portugal.

A juventude…

Felizmente, o toureio a pé vive um momento de renovação absoluta!

Felizmente, apontam-se dois ou três nomes como os principais candidatos à continuidade de legados deixados pelos diestros do passado… num toureio, falado em português.

João Silva ‘El Juanito’ é o mais destacado dos novilheiros lusos e aquele que pisou já, apesar da sua curta carreira e tenra idade, os palcos de maior compromisso. Começou com o debute com picadores, em Olivenza e por aí não se ficou. Um dos mais importantes momentos da sua trajectória, foi conseguido tão-só com o seu anúncio na Real Maestranza de Caballería de Sevilla. Esteve também na Moita… É dele o destaque maior no estágio que antecede a profissionalização.

Ainda assim e muito toureados estão também João Martins e Sérgio Nunes, bem como a jovem Paula Santos.

De João D’Alva, chegam também as melhores impressões, pelo que, tudo continua em aberto…