Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Jacobo Botero: 'Na minha vida, a existir um sonho, será sempre o de ser Toureiro…'

  • 2018-05-24 15:04
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


'Na minha vida, a existir um sonho, será sempre o de ser Toureiro…', disse ao TouroeOuro o cavaleiro colombiano Jacobo Botero.
Os sonhos, o novo Mestre Pablo Hermoso de Mendoza, a quadra e o seu novo 'campo de trabalho', foram os temas abordados na breve entrevista realizada nos dias que antecedem o seu compromisso em Azambuja, no próximo Domingo, num cartel composto ainda pelos cavaleiros Marcos Bastinhas e Ana Rita, com toiros de Silva Herculano e pegas a cargo dos Amadores do Ribatejo e Azambuja.

Aproveitando os dias que antecedem o seu início de temporada, em Portugal, o ToureOuro esteve à conversa com o cavaleiro colombiano, Jacobo Botero.
O jovem toureiro, recebeu-nos no seu 'campo de trabalho', sedeado nas imediações de Palmela, dando à estampa a sua quadra e, aquelas que são as suas expectativas para a época 2018, no nosso país e em Espanha.
Para trás, ficaram os tempos de criança que o trouxeram a Portugal, com a ilusão de ser toureiro, contudo e segundo Botero, o sonho, enquanto existir, será sempre esse... ser toureiro.

TouroeOuro - Depois do ‘estágio’ com Pablo Hermoso de Mendoza, surge pela primeira vez em Portugal, em Azambuja, já no próximo Domingo.

Jacobo, o que mudou no seu toureio depois da sua ‘união’ a Pablo Hermoso de Mendoza?

Jacobo Botero – Creio que não será tanto uma questão de mudança no meu toureio, mas sim tentar que cada momento que passo junto do Maestro Pablo Hermoso de Mendoa, me permita melhorar, tentando absorver um pouco dos ensinamentos que são inigualáveis.

TeO - Como está a sua quadra de cavalos no momento actual?

JB – A quadra, para além dos já conhecidos cavalos Galileo, Florito e Buinko, conta com algumas novidades que creio, possam ser agradáveis para aparecer no decorrer da temporada.

TeO - Quais as expectativas para a corrida do próximo Domingo, em Azambuja?

JB - As expectativas são sempre iguais… dar sempre o meu melhor para não defraudar os aficionados e pedir a Deus que reparta sorte por todos para que seja uma agradável tarde de toiros…

TeO - Além de Azambuja, como projecta a sua temporada 2018, em Portugal?

JB – Para a temporada, em Portugal, a ideia será fazer, sensivelmente dentro do mesmo número de corridas do ano passado…

TeO – E Espanha…?

JB – Para Espanha, há algumas ideias que esperemos que se concretizem, mas que a seu tempo, daremos a conhecer…

TeO - Sabemos todos o seu percurso e o sonho que tinha de ser toureiro… e agora, qual é o seu sonho?

JB – Eu creio que desde há vários anos que demonstrei que na minha vida, a existir um sonho, será sempre o de ser Toureiro… respeitando sempre todos aqueles que assim como eu, batalham todos os dias para ‘lá’ chegar…

Gostaria de aproveitar para desejar a todos os meus colegas e a todos os aficionados, uma excelente temporada.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0