• geral@touroeouro.com

Segredos d'Ouro - 'Do meio da temporada até à Moita...'

  • 2018-07-09 23:12


A temporada está ao rubro e graças a Deus, tão depressa por motivos menos bons, como por e com a mesma rapidez, motivos de regozijo para a festa brava…

A corrida foi quinta-feira e no Sábado e Domingo, ainda dominava todas as conversas de circunstância, nas imediações dos tauródromos onde houve espectáculos.

‘Irremediavelmente’, sabia-se que depois da Corrida do Colete Encarnado, a discussão ‘Campo Pequeno’, viria à tona e imagine-se, foi mesmo ‘gritado’ na Praça de Touros Palha Blanco… Quiçá, se tenham apercebido do trapio inegável de um toiro de Palha, com 463 quilos e se tenha recordado, que o ‘pitado’ em Lisboa, tinha 475 quilos.

Pois é, muito se falou, até muito se escreveu (muito, salvo seja, porque para escrever estão cá poucos), mas a verdade, é que o tema continua actual… Culpas para uns, para outros e bem vistas as coisas, sobram culpas para muitos.

Rui Bento veio em comunicado, assumir as ditas cujas, mas, há que frisar, novamente, que a Direcção de Corrida, poderia, ou melhor, deveria ter tido intervenção na matéria. Não teve!

Sabemos, que o apoderado Matilla, em representação de Manzanares, não queria certos toiros de forma a saírem nos lotes para sorteio e que por aí, começou a instabilidade… Bem, que a instabilidade nos curros viria a estender-se para as bancadas, disso e por isso é que ninguém esperava, mas, o ‘pagante’ parece estar a acordar e a exigir…

Leu-se por aí que os toureiros foram afogar as mágoas na ‘disconight’… A mim pareceu-me mais a comemoração de um triunfo!

Há coisas que não havia necessidade, verdade? Fica mal e a malta que pagou é capaz de se sentir gozada com certos festejos em tom ‘privado’ e meio… ‘cala-te boca’!

 Por falar em Campo Pequeno… Padilla, deverá marcar presença no abono Lisboeta, de forma a despedir-se da afición lusa. Este festejo, deve ocorrer lá para Setembro. Padilla, como todos sabem, voltou a ‘proporcionar’ imagens impressionantes, ao ser colhido de forma chocante, em Arévalo.

Se à Moita não vem Padilla, pode bem acontecer que venha Octávio Chacón, tal não é o ‘em cima que anda’ o empresário Rafael Vilhais… em cima do triunfo e do momento. Mal actuou e triunfou em Vila Franca, o empresário, apressou-se a contratar Nuno Casquinha para a Daniel do Nascimento… O contacto foi feito mesmo ali, na trincheira por baixo da barreira onde me encontrava. Trocaram-se os números de telemóvel e ‘romance’ iniciado.

Por este andar e pelo sucesso de Octávio Chacón em Madrid e hoje mesmo, em Pamplona, arriscamo-nos a ter os dois nomes para a corrida mista da Moita.

A Moita e a sua Feira Taurina, não estão assim tão longe e pese embora as tentativas frustradas por parte da Comissão de Festas em falar com o empresário Vilhais, de forma a articular a feira da cidade, com a feira taurina, a verdade é que Rafael, começa já a delinear a história…

As primeiras novidades, rezam que a corrida de sexta deverá ser abolida, passando o certame a ter apenas três espectáculos, sendo o de quarta-feira, a novilhada habitual.

Assim sendo, passaríamos a ter apenas duas corridas, uma mista e uma a cavalo, de três cavaleiros.

Ora, contam-se os nomes de Nuno Casquinha e Francisco Palha como certos, faltando encaixar, os previsíveis Filipe Gonçalves e Vítor Ribeiro e eventualmente, Moura Júnior. Certa, estava também a presença de João Moura, anunciada por Rafael, há uns bons meses atrás.

O TouroeOuro, sabe também, que Vilhais, quer porque quer, fazer da ‘Corrida do Município’, uma corrida nocturna, não estando o facto a ser bem ‘visto’ pelos moiteiros e muito menos, pela autarquia.

Certas, parecem também estar, a presenças de João Telles Júnior e Francisco Palha, na corrida do ’15 de Agosto’ nas Caldas da Rainha.

Outros episódios…

Deu brado a ida dos recortadores a Corrida da RTP Norte e afinal, tudo acabou em bem… reuniões para cá, reuniões para lá, ora dos toureiros, ora do empresário com a Casa do Pessoal… a última foi na passada semana, com a Casa do Pessoal da RTP e, ‘fumado o cachimbo da paz’ com entre todos as partes, eis que se decidiu alterar o cartaz e fazer dois distintos, um anunciando a corrida, outro anunciado os recortadores.

Tanta celeuma para isto? E o assunto “Póvoa versus encerramento do tauródromo” está resolvido?

Oxalá, tudo se tratasse mudando um cartaz!

Meteorologia