• geral@touroeouro.com

São Torcato e Antonio João Ferreira triunfam no Campo Pequeno

  • 2018-08-03 02:29
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


Realizou-se na quinta-feira à noite, mais uma nocturna no Campo Pequeno.
Com cerca de um terço de entrada (forte), a mais importante praça de touros do país, foi palco de uma corrida com elenco composto pelas cavaleiras Sónia Matias e Ana Batista, bem como pelos diestros António João Ferreira e Nuno Casquinha.
As pegas estiveram por conta dos forcados da formação das Caldas da Rainha, sendo que à arena da capital, saiu um curro de toiros da ganadaria de São Torcato.
CRÓNICA DA CORRIDA
GALERIA FOTOGRÁFICA
ASSIM ACOMPANHAMOS EM DIRECTO

Definitivamente não era este o mais rematado elenco do abono lisboeta, contudo e mesmo em tempo de férias, louva-se a não desprezível entrada de um terço de casa forte, sobretudo se pensarmos, que os santos da casa nunca fizeram grandes milagres...

Sobretudo no sector de 'a pé', o cartel tinha o seu atractivo. A presença de António João Ferreira, era há muito reclamada em Lisboa, ou, se não reclamada, justificava-se plenamente... Casquinha trazia consigo um triunfo dos bons, nada mais, nada menos que alcançado em Vila Franca, já este ano e esta miscelânia, conferia ao cartel misto, interesse inegável.

Pois bem, a história no que a triunfadores concerne, reside exactamente aqui. António João Ferreira, toureiro fino, templado e de grandes recursos 'naturais', sagrou-se o triunfador absoluto, sobretudo depois da belíssima faena ao segundo do seu lote. Passes por ambos os pitóns que resultaram em séries bem construídas e de beleza inequívoca. É verdade também, que Ferreira se enfrentou tão-só com o melhor tiro da corrida, com vontade e repetição na investida, que fora justamente premiado com a sua volta à arena e do seu criador. Mas também é verdade, que um toureiro, se aliar as suas faculdades naturais e artísticas à sua técnica, pode conseguir qualquer coisa que interessará recordar... Gostou-se, fez gostar e tal como o branco imaculado do seu traje, também a sua condição de bom toureiro, parece estar imaculada.

Frente ao primeiro do seu lote, cumpriu de boa forma, tal como Nuno Casquinha, o seu alternante neste primeiro espectáculo de Agosto quente, mas quente que doeu...
Casquinha, frente aos dois do seu lote, andou voluntarioso, buscando a ligação, mas sobretudo buscando as condições de lide que, melhor ou pior, todos os toiros tinham... não eram fáceis estes 'Torcatos', mas, com entrega, lá foram perseguindo a muleta do diestro, que bem cumpriu em bandarilhas e capote.

Linha geral e traços mais gerais ainda, o curro de São Torcato, serviu... serviu até emprestando emoção e vivacidade ao espectáculo, fazendo com que Joaquim Alves, voltasse a vestir as cores do triunfo. Uns mais assim e outros assado, a verdade é que, houve bons touros e os que não foram assim tão bons, pelo menos não tiveram passagem inglória...

No que ao sector equestre diz respeito, anunciavam-se Sónia Matias e Ana Batista. O primeiro toiro do espectáculo, foi lidado a duo, não deixando muito que contar. Ana mais regular, Sónia a consentir alguns toques na montada. Passou...

Anunciado aos microfones da praça, foi dito, que Ana trocaria o turno e lidaria a solo, antes de Sónia, devido a uma indisposição desta última. Assim foi, sendo que logo depois, voltou a ser dito, que Sónia não se havia recomposto e que seria a mesma toureira, ou seja, Ana Batista, a lidar o terceiro toiro destinado às lides a cavalo.

Ana andou acertada nas suas duas prestações, lidando com classe, sendo aliás este, o ponto alto das suas prestações. Rematou a maioria das sortes, andou com alegria e so seu costumeiro sorriso, sendo que deixou ferros de nota muito correcta.

As pegas estiveram por conta, em solitário, do Grupo das Caldas. A primeira pega, foi efectivada por Francisco Mascarenhas, ao segundo intento e a segunda, ao terceiro efectivo intento, por António Cunha, dobrando a inicial tentativa de Lourenço Palha.
A derradeira pega, foi tentada e consumada de cernelha, pela dupla formada por Duarte Palha e José Maria Abreu.

Dirigiu com acerto e sensibilidade adequada, Pedro Reinhardt, assessorado pelo Médico Veterinário, Jorge Moreira da Silva.

Meteorologia