• geral@touroeouro.com

Pedro Primo - O nome tatuado na memória...

  • 2018-09-06 10:31
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: D.R.


Há histórias da história que acabam por fazer a nossa história…

Jamais esquecerei não o dia 2 de Setembro, não o dia 6 do mesmo mês, dia em que foi tragicamente colhido Pedro Primo e dia em que faleceu, respectivamente… mas, dizia eu, jamais olvidarei aquele 17 de Agosto de 2017, o dia em que estive com Pedro Primo pela última vez…

As imediações da Praça de Touros de Albufeira, o calor daquela esquisita noite de verão e o reencontro com Pedro Primo, são ‘imagens’ em mim gravadas…

Tenho ‘tatuado’ na memória, o seu rosto de eterno miúdo, o mesmo que vi tantas noites em Monte Gordo, noutros capítulos de uma tauromaquia tão feliz de ao tempo.

Grande exemplo quiçá não de forcado, mas de ser humano, cujas dificuldades impostas pela vida, encarava de forma tão ou mais sorridente, com que encarava um toiro bravo.

Pedro Primo, era apenas um jovem, aficionado prático, forcado, orgulhosamente forcado, filho de uma terra com um Grupo de Forcados, a quem o ‘destino feito pelos homens’ quis repetidamente despir jaquetas…

Cuba poderá (e deve) voltar a vestir jaquetas, o Pedro jamais… Aquela colhida, foi fatal e aquele 17 de Agosto, o último em que o vi e dos tais meia dúzia de dias, em que questionei a minha paixão pelos toiros…

Passado um ano da sua colhida fatal, ergueu-se o busto que imortaliza o seu rosto franzino mas a sua alma alegre e persistente.

Hoje, assinala-se o primeiro ano da sua morte, com a mesma ‘pena’ mas a mesma glória…

O Pedro… aqui, será sempre lembrado, como na ‘sua’ Cuba!

Beijinho para ti Pedro, olha por ti onde estiveres… olha também por todos nós!

Meteorologia