• geral@touroeouro.com

Baixa do preços dos bilhetes e modernização do sector em destaque na reunião magna da Prótoiro

  • 2018-11-30 10:18


Reunião sem imprensa mas com representantes políticos

A reunião magna da Prótoiro, que se realizou em Vila Franca de Xira, esta quinta-feira,  ficou marcada por dois importantes pontos, a possível descida do preço dos bilhetes, através da descida do Iva de 13 para 6%, e a modernização do sector.

‘A notícia da descida do IVA para 6 por cento ainda é recente. Há quatro anos, quando passou para 13%, os empresários suportaram o aumento. Agora, com a descida, ainda não decidimos como o fazer, mas uma coisa é certa… vai haver um impacto direto’, afirmou Paulo Pessoa de Carvalho, Presidente da Associação Portuguesa dos Empresários Tauromáquicos e da Prótoiro.

Outras medidas apresentadas para dinamizar o setor dizem respeito à realização de um plano estratégico em 2019, que envolva todos os intervenientes tauromáquicos, com o objetivo de modernizar esta indústria cultural.
Para a Prótoiro, irá haver uma nova aposta no Cartão Aficionado, bem como um reforço no plano de digitalização do sector, de modo a modernizar a comunicação do mesmo, sem no entanto se anunciarem medidas concretas.

Aficionados a financiar a Prótoiro

Durante a Reunião Magna foram ainda explicadas propostas que pretendem reforçar a capacidade de ação global do setor e de resposta às iniciativas antitaurinas. 'Esta vitória da Cultura no Parlamento é um trabalho que tem de ser contínuo. Acreditamos que envolver os aficionados, revertendo para a defesa e promoção da Tauromaquia um valor simbólico, a definir, mas sempre inferior a 1 euro sobre o preço de um bilhete, será um caminho decisivo nas batalhas que se seguem', explicou Nuno Pardal, presidente da Associação Nacional de Toureiros.

Reunião sem imprensa mas com grupos parlamentares

Uma vez mais a Prótoiro marcou pela ausência de convites para que a imprensa não marcasse presença na sua reunião magna, ainda que em regime de simples observadores dos trabalhos, preferindo a presença de representantes dos grupos parlamentares que viabilizaram a inclusão da tauromaquia na descida do IVA na Cultura.