• geral@touroeouro.com

Santarém – Uma praça grande, como sempre foi…

  • 2019-03-17 21:30
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


Realizou-se hoje à tarde, na Praça de Touros de Santarém, uma corrida de touros com cartel composto pelos cavaleiros João Moura, António Telles e Francisco Palha, com toiros da ganadaria Cunhal Patricio.
As pegas estiveram a cargo dos Amadores de Santarém e Vila Franca, sendo o máximo triunfador do festejo, o cavaleiro Francisco Palha.
A Monumental Celestino Graça, registou cerca de três quartos de lotação preenchidos.
CRÓNICA DA CORRIDA
GALERIA FOTOGRÁFICA
ASSIM ACOMPANHAMOS EM DIRECTO (COM VÍDEO)

Mérito por todos os poros, é aquilo que teve a Associação Praça Maior, ao conseguir juntar na gigante praça de Santarém, três quartos de casa… Gosto da proactividade desde grupo de oito aficionados, só não gosto exactamente, que se coloque Santarém, num plano de caridade e de que necessita de ajuda… Relembre-se que a praça de Santarém não reinaugurou, apenas mudou de mãos e recordem-se também, as temporadas de Pablo, Ventura, Moura, Morante, Juli, Padilla e muito mais…

Santarém teve tardes de glória, tem o seu prestígio e jamais, lhe se retirado ou acrescentado.

Santarém, é praça de primeira, e nunca será outra coisa, por muito que ‘uns’ tenham pedido a sua demolição.

Cinco touros de Cunhal Patrício e um de Veiga Teixeira, sendo que o quinto da ordem de lide, teve honras de chamada do ganadeiro à praça. Justamente, claro está!

Grande actuação de António Palha Ribeiro Telles, frente a este exemplar, com ferros de grande nível, tal como havia já acontecido frente ao primeiro do seu lote. Boa passagem por Santarém.

João António Romão de Moura, foi homenageado pela ‘empresa’, numa praça que indubitavelmente é a sua. A sua primeira actuação foi de grande nota, bem ao seu estilo cadenciado e templado. A segunda, frente a um Veiga Teixeira, foi regular, mas ainda assim correcta.

Arrebatador, sim, não mais que arrebatador, esteve Francisco Palha. Duas sortes de gaiola! Soberbo a abrir as duas funções. E logo a seguir e nas duas lides, dois bons compridos mais… Nos curtos, marcou pela diferença. Curtos de levantar praça, lides inequívocas e a não deixar dúvidas.

As pegas foram asseguradas por dois grupos de forcados de renome. Santarém e Vila Franca.

Por Santarém, Rúben Giovetti a dobrar Montoya, ao segundo intento; António Taurino ao segundo também e Francisco Graciosa, ao primeiro intento.

Pelos de Vila Franca, foram na linha da frente, Vasco Pereira, ao segundo intento; Rui Godinho à primeira tentativa e Francisco Faria à terceira.

A corrida foi dirigida pelo Sr. Marco Cardoso, coadjuvado pelo Dr. José Luís Cruz.