Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Opinião d'Ouro - Setúbal era infelizmente uma mentira!

  • 2019-04-02 17:39
  • Autor: Solange Pinto


'...Continue-se assim e com jeitinho, juntamos outras tantas praças a esta lista negra, tal como o humor de que gosto. A chatice, é que gosto muito mais da Festa e da minha cidade, onde a tauromaquia, foi de facto importante e hoje, está reduzida a pó!..'

Fui sempre muito adepta do humor negro.

A verdade, é que, o humor negro (fazer humor com desgraças ou tragédias) é também uma forma de dizer algo, de forma satirizada…

Pois bem, a notícia que ontem publicámos e que dava conta da reabertura da Praça de Touros Carlos Relvas, em Setúbal, é infelizmente, mentira e quase que uma piadola…

Já dizem as pessoas mais sérias e pouco amantes do tal estilo humorístico, que há coisas com as quais não deveríamos brincar, mas, não vejo outra forma, que não seja, rir… para não chorar!

A Praça de Touros Carlos Relvas, entrará este ano, na terceira temporada sem corridas de touros e…? E nada!

Todos estão tranquilos com a situação, todos parecem andar cómodos e ninguém sequer ousa tocar no assunto, sob pena de não agradar a gregos nem a troianos.

Farta que estou, irritada mesmo! É odiável que ninguém com responsabilidades na Tauromaquia, não tome este caso como uma prioridade.

Que defesa da Festa é esta? O que se defende afinal? Almoços na Assembleia da República que mais parecem organizados para que se passeiem modelitos novos? Para que certas personagens façam querer que gostam e defendem isto?

E Setúbal? O que é feito da praça de touros de uma das mais emblemáticas capitais de distrito?

O que é feito de uma terra, que ama a Festa Brava? Que tinha no mínimo três corridas por temporada?

Já alguém da Protóiro se moveu no sentido de perceber o porquê da inactividade da Praça de Touros Carlos Relvas?

Porque raio os temas das reuniões são sempre as ‘formas de financiamento da Prótoiro’? E agir, não?

O tauródromo, de arquitectura suigeneris, inserido num bairro protegido em termos arquitectónicos (Bairro Batista), está fechado mas em processo de aquisição por parte da Câmara Municipal de Setúbal.

A Protóiro fez alguma diligência no sentido de acelerar todo este processo, ou mesmo de saber, até que ponto entrará a tauromaquia nos projectos da autarquia sadina?

Juntar-se-á Setúbal, ao triste fim de Viana do Castelo e Póvoa de Varzim?

Quantas mais praças terão de fechar, para que percebam, que o Dia da Tauromaquia, foi bonito e tal, mas não evitou perdas irremediáveis?

Alguém dá as respostas? É a imprensa ou o TouroeOuro culpado porque aponta o dedo? Porque quer saber? Porque quer alertar, porque quer abrir olhos?

Piores cegos, são os que não querem ver…

Continue-se assim e com jeitinho, juntamos outras tantas praças a esta lista negra, tal como o humor de que gosto. A chatice, é que gosto muito mais da Festa e da minha cidade, onde a tauromaquia, foi de facto importante e hoje, está reduzida a pó!

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0