Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Vila Franca e a nostalgia num dia 'estranho'...

  • 2019-10-06 20:55
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


Realizou-se na Praça de Touros Palha Blanco, uma corrida de touros com cartel composto pelos cavaleiros Luís Rouxinol, Luís Rouxinol Júnior, Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca, Nuno Casquinha e Manuel Dias Gomes.
Lidou-se um curro de toiros de Palha, registando o tauródromo vilafranquense, uma lotação que rondou os três quartos de casa.
CRÓNICA DA CORRIDA
GALERIA FOTOGRÁFICA
ASSIM ACOMPANHAMOS EM DIRECTO

A corrida de hoje, em Vila Franca, tinha definitivamente, uma carga emocional muito grande, se não para todos, pelo menos para mim…

Hoje, homenageava-se um matador de toiros da terra e que, soube momentos antes do início da corrida, que ali não poderia estar, recolhendo em pessoa, o justo tributo que lhe iriam fazer.

José Júlio Venâncio, está doente e não estava nas melhores condições para ali marcar presença, sendo que os seus sobrinhos e irmão, David Antunes e Dário Venâncio, respectivamente, bem representaram o diestro.

Mas hoje, vivia algo de nostálgico… saudades do tempo em que a política não entrava nos touros e que os touros, não se metiam com politiquices… Tempos que não voltam e que hoje por ser dia de eleições, estavam na mente de todos…

Afastemo-nos destas ideias e concentremo-nos numa corrida, cuja história se poderia abreviar, mas, porque é Vila Franca, uma das mais importantes praças do país, o rumo é o detalhe…

Lidou-se um curro de touros da ganadaria Palha, com nível e apresentação e que, corroborando aquilo que é o timbre deste ‘ferro’, saiu com as suas teclas, as suas complicações e até as suas virtudes.

A corrida iniciou com a lide a duo de Luís Rouxinol e Luís Rouxinol Júnior. O primeiro comprido foi cravado em sorte de gaiola, por Luís filho, saindo Luís pai, ao ‘quite’, deixando o segundo… Grande momento, com mais dois compridos e, no momento da ‘viragem’ para os curtos e atendendo a um chamado de João Bretes, o Palha embateu nas tábuas, partindo um dos seus pitons. Toiro devolvido aos currais e alguns protestos do público…

O toiro lidado a solo por Luís Rouxinol, augurava algo de bom, mas, depois de três curtos, lesionou-se, sendo também enviado aos currais, sem mais delongas…

Luís Rouxinol Júnior foi ‘criado’ para grandes desafios e cresce em qualidade com eles por diante… Bem mas bem frente ao quinto da corrida, na única lide equestre da tarde, que resultou completa. Bem na preparação, bem nas reuniões e a cravar e bem no par e palmo.

Este toiro foi o único com pega a cargo dos Amadores de Vila Franca, indo para a cara do oponente, numa efectivação ao segundo intento, João Luz.

E porque o festejo era misto, Nuno Casquinha teve bom e raçudo desempenho no segundo do seu lote, o mais manejável dos dois que lhe tocaram. Séries por ambos os pitons, desenhadas com técnica mais que tudo o resto…

Frente ao primeiro, foi literalmente ‘atropelado’ pelo oponente, abreviando nesse momento a lide de um toiro que bem bandarilhou, deixando três pares com galhardia.

Mais solvente no computo geral, andou Manuel Dias Gomes. Bem e fino de capote em ambos os toiros, e mais elegante na muleta… Duas faenas com pinceladas importantes, ambas com música e passes de bonita estética.

A Palha Blanco, registou perto de três quartos de entrada, sendo que o público protestou no final batendo ‘palmas de tango’… Recorde-se e reafirme-se, que a empresa em nada lesou o público, não tendo sido visada em nada das incidências ocorridas durante as lides, não tendo por isso, responsabilidade alguma nos ‘azares’ diversos do espectáculo, num dia meramente estranho e nostalgico…

O festejo misto, foi dirigido com correcção pelo Delegado Técnico Tauromáquico, Ricardo Dias, assessorado pelo médico veterinário, José Manuel Lourenço.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0