Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Associação de Forcados adia Marchas Taurinas e anuncia acções judiciais contra o Governo

  • 2020-06-24 16:21


A Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF), depois de adiar as Marchas Taurinas, programadas para o próximo dia 27 de Junho, pelas 10 horas, tendo em conta a situação vivida no país, e em especial nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo, em torno da pandemia da Covid-19, cujo crescimento não querem ver associado à tauromaquia, nem aos aficionados que consideram “todos pessoas responsáveis, sérias e conscienciosas em relação à importância que têm os nossos idosos, as nossas crianças, as nossas famílias e a nossa sociedade”, acaba de anunciar também, em conferência de imprensa virtual, que irá agir judicialmente contra o estado.

De acordo com declarações de Diogo Durão, Presidente da ANGF, “não restando outra alternativa, reagiremos pelos meios judiciais tidos por adequados à protecção intransigente da nossa causa – Cultura – pelo modo mais eficaz e célere, no cumprimento escrupuloso da lei, bem como na defesa da sua justa aplicação”, anunciando ainda que não iremos ficar por aqui, voltando a anunciar para uma nova data, tão breve quanto possível uma nova manifestação taurina.

Os portugueses contam connosco para lutar por esta expressão cultural tão nossa, tão portuguesa”, refere Diogo Durão, que acrescenta que “o Governo, para além da nossa solidariedade no combate à Pandemia, conta com a nossa luta pela forma discriminatória como a Tauromaquia tem sido tratada.”

 

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0