Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Editorial Janeiro - O cartaz que acordou os 'Belos Adormecidos'

  • 2021-01-10 19:18


'Retirem a tauromaquia disto e se não sabem fazer melhor, deixem que seja o povo a decidir de que lado querem estar… Mas do Vosso, começa a ser difícil.'

Frio muito frio aquele que se regista na Península Ibérica e que têm proporcionado, bonitas imagens, sobretudo onde a queda de neve surpreendeu… Alentejo em modo ‘gelado’, Madrid e Las Ventas em modo ‘lindíssimo’ e nós por cá, apenas em modo ‘hostil’ com tudo o que mexe… ou quase tudo…

O mundo do touro, ou melhor, este país, parece querer ignorar o óbvio… sim, porque todos os que agora ergueram as suas vozes criticando o outdoor de autoria da Prótoiro ou não o tinham feito antes ou… ou, se o fizeram, ninguém deu importância.

Diz-me onde estás, dir-te-ei quanto vale a tua opinião’, é um pensamento de autor mas que adaptei às circunstâncias, um pouco irritada, com o facto do TouroeOuro dizer há anos que esta ‘federação’ de defesa da festa, não serve!

E fomos maus, muito maus… porque dizíamos o óbvio, mas o que nunca deu jeito a ninguém que se lesse… vergonha talvez, de se manter uma estrutura a peso de ouro, que afinal não serve.

É fraca em demasia, apenas reage e nunca se antecipa. A sua comunicação é deficiente, por muitas e mais agências que contratem, e são ‘politiqueiros’.

Antes tínhamos Paulo Pessoa de Carvalho altamente conotado com o CDS, tivemos até corridas deste partido, facto de critiquei até me cansar, principalmente porque se levou a efeito um espectáculo de um partido que estava evidentemente a começar a naufragar… Prometeram e…? Nada, tomara o CDS que os apoiem a eles.

Agora, temos outros visionários, radicais que vêem na tauromaquia um pólo interessante de votos. Mas afinal de contas, as autarquias onde há corridas de touros, são maioritariamente geridas por elementos de que partidos…? Partido Socialista, o tal a quem os iluminados resolveram afrontar sem categoria, sem a categoria que a tauromaquia sempre teve…

Luís Miguel Pombeiro teve razão, mas tem razão agora perante a bala final... Luís Miguel, as asneiras já duram há muito tempo. Eu falei antes, o Alvarenga foi falando, o Calado, foi falando… e? Houve outros tiros que foram cozinhando em lume brando uma morte anunciada e que exige uma redefinição rápida e urgente de quem defende a tauromaquia.

A tauromaquia não tem partido. Ponham esta frase básica na cabeça antes que seja tarde demais. E reestruture-se quem miseravelmente nos defende agora.

Não sou deste nem daquele partido e se sou, não vem ao caso, o que sim vem ao caso, são as balas descontroladas que a Prótoiro tem atirado e a inércia caricata perante as bombas que nos chegam do inimigo.

Que fique claro: Não concordo com corridas de partidos, não concordo com cartazes que afrontem quem quer que seja, não concordo com o facto dos elementos das Associações Tauromáquicas deixarem demasiado visível quais as suas ligações partidárias, e muito menos, quero sequer aceitar, que possa haver outras intenções por trás daquele malfadado cartaz.

Retirem a tauromaquia disto e se não sabem fazer melhor, deixem que seja o povo a decidir de que lado querem estar… Mas do Vosso, começa a ser difícil.

Que o cartaz da discórdia, tenho pelo menos servido, para acordar os ‘belos adormecidos’.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0