Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Ministro da Agricultura Espanhol leva ao Parlamento Europeu proposta para uma PAC mais verde e de ganadarias sustentáveis

  • 2021-02-23 11:52
  • Autor da Foto: D.R.


O Ministro da Agricultura espanhol, Luis Planas Puchades, será o interlocutor do mundo rural e das ganadarias de Espanha, França e Portugal, depois de ter recebido da União de Criadores de Toiros de Lide (UCTL) espanhola um manifesto, assinado pela UCTL, Associação Portuguesa de Toiros de Lide e Association des Éleveurs Français de Toros de Combat (França), para uma Política Agrícola Comum (PAC), mais verde mas que não pode vetar a sustentabilidade das ganadarias dos três países.

O manifesto explica a importância do tesouro genético e ecológico, numa extensão de mais de 300.000 hectáres, que em muitos casos tem servido para manter muitos ecossistemas, por ser terreno que não tem a intervenção do homem e onde os animais e a natureza vivem de mãos dadas.

Além da questão ambiental, também o emprego e revela fundamental, com as mais de mil ganadarias de touros bravos em Espanha, Portugal e França a contribuírem para a criação de “emprego verde” e em zonas do interior, combatendo também a demografia.

Além de apoios equivalentes aos restantes da agricultura, na nova PAC, os ganadeiros pedem ainda que não venham a ser discriminados pela actividade que desenvolvem e pela actividade principal que dão ao seu “produto”, o espectáculo tauromáquico.

O Ministro foi sensível às questões apresentadas pelos ganadeiros, que lhes demonstraram também a grave situação que o campo bravo atravessa e que pode ser ainda mais agravada se a nova PAC vier a ser discriminatória para o touro bravo.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0