Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Reabertura das Praças de Touros depende da incidência cumulativa de cada concelho

  • 2021-04-01 17:32


O Primeiro-Ministro António Costa, anunciou esta quinta-feira, 1 de Abril, as medidas da segunda fase do desconfinamento, que vão permitir o regresso de um conjunto de actividades, com destaque para o regresso das aulas do 2º e 3º ciclos, equipamentos sociais, centros de dia, museus e palácios, bem como a reabertura de esplanadas com regras específicas entre outras medidas.

Do discurso de António Costa saliente-se o facto da apresentação de uma nova medida, que visa a incidência cumulativa de cada concelho, o que poderá fazer com que venha a existir uma regressão nas medidas a aplicar nesse concelho.

Caso um concelho tenha por dois períodos de revisão, que ocorrem de 15 em 15 dias, uma incidência cumulativa de mais de 120 casos por 100 mil habitantes, as medidas de desconfinamento vão regredir, o que poderá fazer com que venha a existir um desconfinamento faseado e dependente do número de casos no momento, que poderá afectar a programação das corridas.

Além de afectar directamente o concelho em que exista essa incidência, as medidas serão também aplicadas aos concelhos limítrofes, de modo a tentar conter a pandemia na região.
Entre as medidas podem estar a possibilidade de circulação entre concelhos, encerramento ou limitação de espaços, entre outras.

Neste momento, os concelhos taurinos de Beja, Figueira da Foz e Moura encontram-se nessas condições, com mais de 120 casos por 100 mil habitantes.

Recorde-se que de acordo com o plano apresentado anteriormente pelo Governo, as Praças de Touros e restantes recintos culturais poderão reabrir já a partir de 19 de Abril, estando no entanto à consideração do Governo, que dias antes fará uma reavaliação da situação.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0