Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Uma dezena de espectáculos até final de Maio – Conheça as datas e as praças

  • 2021-04-05 11:01


A temporada taurina portuguesa começa agora a conhecer as primeiras datas e novidades, depois do anunciado desconfinamento para o dia 19 de Abril, ainda que com a obrigação dos espectáculos decorrerem em ‘horário matinal’, não estando ainda assim confirmada a realização dos espectáculos, uma vez que o Governo, terá que reabrir as “Praças, locais e instalações tauromáquicas”, encerradas em Conselho de Ministros, em virtude das medidas aprovadas para combater a pandemia da Covid-19.

Ainda assim, os empresários estão já a antecipar o possível desconfinamento dos espectáculos culturais, apresentado datas, e em alguns casos revelando já os cartéis.

Até ao dia de hoje, e até dia 23 de Maio, estão anunciados uma dezena de espectáculos, a saber:

24 de Abril – 10.30 horas – Reguengos de Monsaraz – Festival Taurino - Luís Rouxinol, Filipe Gonçalves, João Telles, Marcos Bastinhas, António Prates e Tristão Ribeiro Telles. Forcados Amadores de Alcochete e Monsaraz. Novilhos Passanha.

25 de Abril – 10 horas – Moita – Festival Taurino Misto

1 de Maio – (hora a definir) – Vila Franca de Xira – Touros Veiga Teixeira. Cartel a anunciar

2 de Maio – (hora a definir) – Vila Franca de Xira – Touros António Silva. Cartel a anunciar

8 de MaioEstremoz – Cartel a anunciar

8 de MaioChamusca – Cartel a anunciar

9 de MaioCartaxo – Cartel a anunciar

13 de MaioChamusca – Cartel a anunciar

16 de MaioÉvora - Concurso de Ganadarias – Cartel a anunciar

23 de MaioMoita – Cartel a anunciar.

Para já, e de acordo com o que o TouroeOurou apurou, o Governo e a Direcção Geral de Saúde, irão manter as condições sanitárias vigentes na temporada passada, isto é, entre 30 a 50% da lotação das praças, de acordo com as condições que cada uma apresente, bem como a testagem aos forcados, e demais condições, como obrigatoriedade da utilização da máscara e distanciamento físico.

 

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0