Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

“Se de facto a transmissão de touradas é um espectáculo que interessa às pessoas, com certeza haverá canais de televisão que pegarão nisso”, afirma Secretário de Estado dos Media e Audiovisual

  • 2021-08-02 22:59


Transmissão de Corridas de Touros foi o assunto que levou mais gente a participar na consulta pública de revisão do contrato de serviço público da RTP

A transmissão de Corridas de Touros no canal público de televisão – RTP, foi o assunto que levou mais pessoas a participarem na consulta pública da revisão do contrato de concessão do serviço público da RTP, que contou com mais de 2.500 participações.

A revelação foi feita por Nuno Artur Silva, Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media ao jornal Expresso, que volta a referir que no contrato apenas é referido que “a RTP deve respeitar os direitos humanos e nós decidimos acrescentar o meio ambiente, a sustentabilidade ambiental e o bem-estar animal, o que me parece absolutamente consensual do ponto de vista do que é hoje a nossa sociedade”, não existindo “nenhuma posição sobre as touradas porque em última análise a quem cabe decidir se vai haver ou não este conteúdo são os directores de programas.”

Questionado pelo jornalista Pedro Lima se entende que as touradas se coadunam com o bem-estar animal, Nuno Artur Silva é peremptório na resposta, “se me pergunta se com um contrato de concessão onde isto está escrito há espaço para haver touradas eu diria que creio que não é compatível o facto de se defender o bem-estar animal e de haver transmissão das touradas nos canais públicos mas nós não estamos a tomar essa posição,  essa é uma decisão da direcção de programas”, salientando no entanto que com esta decisão o Governo “não está, nem poderia estar” a acabar com a transmissão de corridas nos canais da RTP.

No terminus da abordagem da tauromaquia na RTP, o jornalista do Expresso questiona o Secretário de Estado se entende que a tauromaquia, tal como o futebol, deveria avançar para uma plataforma privatizada, este dá uma resposta bastante clara e elucidativa. “Um dos argumentos que é usado é o de que as touradas têm muita audiência. Se têm, então provavelmente os privados estarão interessados em transmiti-las. Se essa é a questão, com certeza o mercado funcionará. Se de facto a transmissão de touradas é um espectáculo que interessa às pessoas, com certeza haverá canais de televisão que pegarão nisso.”

Recorde-se que este ano não deverá existir nenhuma corrida de touros transmitida em sinal aberto, depois da RTP ter abandonado a transmissão de corridas e os canais privados não mostrarem interesse no tema.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0