Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Segredos d'Ouro - Entre Praças e Empresários...

  • 2022-01-23 19:47


'A Tauromaquia portuguesa está num verdadeiro mercado a ‘praça aberta’ tal é a quantidade de tauródromos que ainda não têm o seu futuro (imediato) definido…'

A Tauromaquia portuguesa está num verdadeiro mercado a ‘praça aberta’ tal é a quantidade de tauródromos que ainda não têm o seu futuro (imediato) definido…

Depois dos Concursos de acesso à gestão dos “cosos” do Montijo e Figueira da Foz, com desfecho conhecido na próxima semana, sabendo-se quem serão os empresários nos próximos dois e três anos, respectivamente, há ainda muitas praças cujos desígnios, são ainda uma incógnita.

Sobre os dois concursos que deram bastante polémica (citados atrás), a verdade é que as proprietárias também não ajudam a terminar com um certo clima de suspeição que ainda subsiste… O TouroeOuro tentou confirmar todos os detalhes, ou melhor, o número de propostas entregues e ambas as entidades optaram pelo silêncio… o que é no mínimo estranho… ou não… e que deixa no ar, um tom de pelo menos, ausência de “claridade” de intenções.

Os tauródromos que se encontram ainda “livres” são muitos e importantes.

Vamos por partes.

Em Beja, há quem confirme que José Luís Zambujeira pode ser o organizador dos eventos taurinos este ano, mas José Maria Charraz não terá desistido e fez uma contra proposta a Tito Semedo. Muito em breve será anunciada a decisão…

No Cartaxo, praça que é propriedade do Município, o novel autarca estuda todas as possibilidades, apesar de já ter recebido algumas propostas… Entre um protocolo com a União de Freguesias, adjudicação a empresário ou até gestão directa, todas as possibilidades estão a ser avaliadas e ainda em aberto!

Também a Câmara Municipal de Estremoz tem recebido algumas propostas. Entre elas, a da Tertúlia Tauromáquica Estremocense, que deverá mesmo vir a gerir a renovada praça… aqui, diz-se, em parceria com a Casa do Toureio, de Rui Gato.

Outra praça, também ela propriedade de uma autarquia, é a da nortenha, Vinhais, onde podem regressar os festejos já este ano… Há quem nos garanta que a “coisa” está montada… sabemos por quem, mas para já, vamos guardar segredo…

Arronches. O município deverá lançar em breve o concurso para a organização da corrida de São João… como é habitual, existem já dois ou três interessados, tal como em Sousel, onde a Junta de Freguesia deverá estar a colocar “na rua” o caderno de encargos para a Corrida de Páscoa

Em Alcácer do Sal, ao que pudemos apurar, a Santa Casa da Misericórdia está a ultimar o caderno de encargos para levar o seu tauródromo a concurso… Até final do mês de Janeiro deverá haver confirmações e certezas, pois também há quem diga que pode continuar Vasco Durão, no que seria uma recondução e permanência sem mais procedimentos…

Entretanto, em Salvaterra de Magos e apesar de Rafael Vilhais ter aparente continuidade assegurada, sabe o TouroeOuro, que continuam a chegar à Misericórdia local, propostas de diversos empresários, interessados na exploração de uma das praças mais icónicas do Ribatejo.

Golpe de teatro ou manobra de diversão, parece ter havido em São Manços.
Dizemos parece, porque até ao momento não teve o TouroeOuro confirmação de nada…
Mas depois do “aperto de mão” (que há muito deixou de ser uma escritura na tauromaquia), entre Rui Palma e os proprietários, para a continuidade do trabalho do empresário naquela praça, os donos decidiram levar a data de Agosto a Concurso.
Ao que sabemos terão já chegado aliciantes propostas, com cartéis dignos de outros ‘aires’…

Com tanta “entretenga” e os bailaricos a acontecer, surge a Prótoiro, cuja organização e funcionamento, não se entende, ainda e pese embora os anos de existência… Cada um parece puxar para seu lado, mas, é quase certo que pretende voltar a organizar o Dia da Tauromaquia.

Ao que sabemos, a ideia terá lugar no último fim-de-semana de Fevereiro, e a Moita deverá ser o lugar… depois de Álvaro Covões ter ‘fechado’ as portas do Campo Pequeno a este tipo de organizações, provando, dia após dia, acontecimento atrás de acontecimento, que o Campo Pequeno, é cada vez menos, “A Nossa Casa”.

Depois, de como noticiámos, existir a possibilidade do regresso dos touros a Vila Viçosa, com um festival em Março, essa possibilidade parece agora gorada e o tauródromo alentejano poderá ficar encerrado mais um ano…

Falando em Festivais…

Os primeiros palcos, obviamente depois de Mourão e Granja, serão Reguengos de Monsaraz e Alcochete, no mês de Março, sendo que o tauródromo ribeirinho pode voltar a receber touros no Domingo de Ramos, data que ali foi tradicional.

Por hoje ficamos por aqui… mas tenham calma que há muitas novidades… e boas!
No TouroeOuro não andamos a dormir, noticiamos o que interessa verdadeiramente à tauromaquia!

Ah, e só mesmo para terminar…

Esta semana é possível que voltem a ver noutros lados as informações que aqui lhe damos agora, em primeira-mão. Aguardam uns dias e “vendem” a informação como nova e fresca, promovem empresários candidatos a tauródromos tipo “Campanha Eleitoral” e… tanta coisinha que não cabe num órgão de comunicação.

Se quer saber o que realmente importa e é notícia, é no TouroeOuro.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0