• geral@touroeouro.com

Em directo

Madrid, 09 de Junho 2018

2018-06-09 17:30:00

6º Touro - Diego Ventura (Los Espartales - 540 quilos)

O último rabo cortado em Madrid, registe-se, foi cortado em 1972 por Sebastián Palomo Linares.
Hoje, 46 anos depois, Ventura, Diego Ventura volta a fazer história na mais importante praça de touros do mundo.

Depois de brindar a Diego Vicente, Ventura segue para a sua última prestação de hoje com um ambiente inolvidável... Loucura total em Las Ventas!
Crava o primeiro e único rojão de castigo em sorte de gaiola, com o Lambrusco e como foi? Excepcional.
Numa justa homenagem a Nazarí, com ele regressa à arena madrilena e eis que volta a armar o taco. Três curtas de luxo, com brega de... antologia!
Ventura cremos, abandonou já o seu o corpo... Bem como as mais de vinte mil almas aqui presentes, que não se sentam por mais de um minuto seguido.
E depois, porque não bastava... três bandarilhas com 'escandalosa' batida ao pitón contrário e já com Remate, três palmos 'al violin'.
Nesta altura ouviu-se 'viva a España'... Ventura matou de pinchazo, meia estocada e descabello. Não chega ainda... Ventura brindou-nos com bonitos muletazos.

Diego Ventura - orelha

5º Touro - Andy Cartagena - (Los Espartales - 546 quilos)

Fez-se história em Las Ventas!
Depois disto, a história do rejoneo nunca mais será a mesma! Diego Ventura, disto não necessitava para ser já considerado o melhor do mundo, mas... que não restem dúvidas!

Andy Cartagena, num gesto apreciável, brindou a sua lide ao seu companheiro de cartel!

Não foi afortunado com o lote, contudo, Cartagena sacou tudo o que podia do oponente. Depois de cumprido o primeiro tércio, Andy seguiu para uma série de curtas de boa nota. Já com a segunda montada dos curtos, citou em balancé, 'enganchando' o cônclave.
Já com outra montada e ao segundo intento, deixou bom par de bandarilhas, seguindo para a derradeira fase da sua passagem por Madrid, cravando uma rosa, matando seguidamente de estocada inteira.

Andy Cartagena - orelha

4º Touro - Diego Ventura (Los Espartales - 537 quilos)

Com Lambrusco e uma garrocha, recebeu o quarto da ordem de lide à porta gaiola.
Diego Ventura deixou um rojão de castigo para prosseguir com o Fino e aqui, 'madre mia'...  Dois ferros de antologia, com impressionante batida ao pitón contrário, saindo a rematar as sortes com piruetas de arrepio.
Já com o Bronce citou de pernas flectidas e mais duas bandarilhas de luxo.
Dollar saiu à arena, deixando um palmo e um par de bandarilhas de 'escândalo', sem cabeçada... Diego e público em extâse total!
Para a sorte suprema, regressou Remate e estocada inteira, 'sin putilla'!

Diego Ventura - Duas orelhas e rabo

3º Touro - Andy Cartagena (Los Espartales - 550 quilos)

Manso perdido o terceiro da ordem de lide, que durante toda a sua estadia na arena, mais não quis que buscar o local de saída...
Andy Cartagena deixou dois rojões de castigo, tendo que muito porfiar de forma a ligar 'faena'.
Fez o possível, deixando as primeiras bandarilhas de forma regular. Com a segunda montada utilizada em curtos, levou a sua montada apenas apoiada nos seus membros traseiros, levantando o público dos seus lugares pela espectacularidade das imagens que proporciona este seu 'adorno'.
Rematou com três palmitos e estocada tão inteira quanto fulminante.

Andy Cartagena - palmas com leve petição de orelha

Nota: Tiago Santos, bandarilheiro português ao serviço de Andy Cartagena, sofreu impressionante voltareta, saindo afortunadamente ileso deste percalço.

2º - Diego Ventura - (Los Espartales - 548 quilos)

Depois da porta grande conseguida há cerca de quinze dias nesta mesma praça, regressa à arena de Las Ventas, Diego Ventura.
Guadalquivir foi a primeira montada utilizada, recebendo magnificamente o toiro segundo deste espectáculo.
Um rojão de castigo e nova montada, desta feita, nada mais, nada menos que Nazarí. E como esteve hoje Nazarí... genial. Três curtas de luxo, de autêntico poderio! Reunião exacta e voltas e voltas com o toiro embebido na montada... Arrepiante!
Importante, foi a 'estrela' seguinte e com ele, mais duas bandarilhas deixadas após cite em curto. Rematou estes ferros com sucessivas piruetas, cingidíssimas!
Com Remate pôs o epílogo de 'ouro', à sua faena e mais três palmitos! Nesta altura, público em alvoroço!
Estocada inteira, fulminante!

Diego Ventura - Duas orelhas

1º Touro - Andy Cartagena - (Los Espartales - 542 quilos)

Praça cheia! Las Ventas ao rubro para ver um dos confrontos mais esperados!

Saiu desinteressado o primeiro da ordem de lide, que como os restantes pertence à ganadaria de Los Espartales.
Andy deixou-lhe um rojão de castigo, desistindo da intenção de cravar o segundo...
De bandarilhas, iniciou com o cite balanceado, cravando duas bandarilhas, saindo a rematar as sortes de forma muito ligada.
Já com nova montada, cita e avança para o oponente apenas apoiado em três dos membros do seu vistoso cavalo, deixando mais duas 'curtas', voltando a rematar de forma vistosa.
Cartagena, remata 'faena' com três palmos à meia volta e uma rosa, pondo termo à vida do astado de Espartales com um pinchazo e estocada inteira.

Andy Cartagena - orelha

Nota: Não perca a seguir ao festejo, todas as imagens e a crónica da corrida.

Cortesias...

Madrid e a praça de touros mais importante do mundo recebem hoje a derradeira corrida de rejoneo da Feira de Santo Isidro.
Pela arena, para as habituais cortesias, passaram já os rejoneadores Andy Cartagena e Diego Ventura.
O espectáculo começa agora e o TouroeOuro conta-lhe tudo, marcando a diferença por entre os órgãos de comunicação lusos.
TouroeOuro: sete anos ao serviço da Festa!