Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Em directo

Santarém, 10 de Junho 2019

2019-06-10 17:30:00

6º Touro - João Salgueiro da Costa (José Luís V. S. Andrade - 515 quilos)

A derradeira actuação da tarde, esteve por conta do mais jovem cavaleiro em cartel, ou seja, João Salgueiro da Costa.
Depois dos dois compridos cravados, o último dos quais ligeiramente traseirote, Salgueiro voltou a começar com 'pés de lã', para terminar com dois ferros de escândalo... toiro metido em tábuas, Salgueiro a atacar e a cravar de alto a baixo, de forma soberba.
Triunfo inequívoco de Salgueiro da Costa!

Seis pegas destinadas ao mesmo grupo, um dos maiores símbolos de persistência da nossa arte e cultura, os Amadores de Santarém.
A última função do Dia de Portugal, teve na cara do toiro, o forcado Rúben Giovetti, sendo concretizada ao primeiro intento.

João Salgueiro da Costa - Volta
Rúben Giovetti - Volta

5º Touro - Luis Rouxinol - (Canas Vigouroux - 525 quilos)

Hoje vestido de casaca castanha e ouro, regressou à maior arena do país, para a lide do quarto toiro da ordem, o cavaleiro Luís Rouxinol.
Rouxinol cravou o primeiro em sorte de gaiola, resultando o comprido algo traseiroe descaído, contudo, deu sequência à lide, em tom agradável, deixando as curtas de forma correcta, numa prestação com epílogo num palmito.

A quinta pega da fria tarde, esteve por conta de Fransico Graciosa, senso consumada à primeira tentativa. Graciosa vestiu, a jaqueta do mais antigo grupo de forcados de Portugal, Santarém.

Luís Rouxinol - Volta
Francisco Graciosa - Volta

4º Touro - António Telles (José Luís V. S. Andrade - 540 quilos)

Vento e frio em Santarém, num 'Dia de Portugal' atípico no que a clima diz respeito...
Transposto o equador do festejo, eis que lida o quarto da ordem, António Palha Ribeiro Telles, na sua 'vizinha' Santarém...
Muito bom o terceiro curto, deixado depois da atribuição de música, sendo a partir deste momento, a viragem crescente da sua prestação.
Restante boa actuação, com o toiro a corresponder de boa forma, transmitindo emoção, como de resto foi tónica dominante por entre os restantes astados saídos à arena escalabitana.

Seis pegas a seu cargo, sendo que esta, a quarta, foi consumada pelo Grupo de Amadores de Santarém, ao primeiro intento. Pegou António Taurino de exelente forma.

António Telles - Volta
António Taurino - Volta e volta

3º Touro - João Salgueiro da Costa (José Luís V. S. Andrade - 530 quilos)

A terceira lide da tarde, destinada a João Salgueiro da Costa, ora vestido de casaca azul escura e ouro, foi de grande nível, ficando a seu cargo dos melhores momentos vividos até agora, neste festejo.
Salgueiro levou a efeito o seu conceito toureiro, lidando em absoluto crescendo, cravando a passo, um ferro melhor que o outro, e ainda, outro melhor que outro... sendo os dois últimos, um hino ao bom toureio português.
Muito boa actuação, frente a um toiro que correspondeu com 'som' e mobilidade.

Lourenço Ribeiro, dos Amadores de Santarém, concretizou pega ao terceiro toiro da ordem, ao segundo intento.

João Salgueiro da Costa - Volta
Lourenço Ribeiro - Volta

2º Touro - Luís Rouxinol (José Luís V. S. Andrade - 520 quilos)

Luís Rouxinol é um dos muitos cavaleiros que num dia como o de hoje, Dia de Portugal, recebeu alternativa, tendo como palco a emblemática Praça de Touros Celestino Graça.
Cumprem-se hoje, 32 anos desde o dia em que se profissionalizou, numa ida Corrida da Rádio.
Depois de deixar três regulares compridos, Rouxinol seguiu para uma série de curtos, montando o Douro. Com esta montada, deu importante nota de brega ladeada, sendo este o ponto alto da sua prestação, com epílogo num par de bandarilhas de boa execução e um palmito de igual valor.
A sua actuação decorreu ao som de música, desde a cravagem do primeiro curto.

A segunda pega a cargo dos forcados da 'casa', foi consumada por Salvador Ribeiro de Almeida, à primeira tentativa.

Luís Rouxinol - Volta
Salvador Ribeiro de Almeida - Volta

1º Touro - António Telles - (José Luís V. S. Andrade - 510 quilos)

Vestindo casaca azul e prata, saiu à arena para a lide do primeiro toiro da tarde, António Telles.
Telles enfrentou-se com um toiro rematado de carnes e com apresentação equilibrada, desenvolvendo uma prestação de agradável, sendo o seu labor de bom tom, com brega de boa nota e cravagens correctas, com timbre clássico.

A primeira pega da ordem de lide, como as restantes pertecentes ao Grupo de Forcados Amadores de Santarém, foi efectivada ao quinto intento pelo forcado João Grave, cabo da formação escalabitana.

António Telles - Não deu volta, embora autorizada (saudou)
João Grave - Não foi autorizada volta

Cortesias...

Santarém... Dia 10 de Junho, 'Dia de Portugal'!
Praça de Touros Celestino Graça, ora com o comando de jovens aficionados, que em comum têm a paixão por uma praça enorme e com gigante história, como a escalabitana.
Pela arena, a maior do nosso país taurino, passaram já os cavaleiros António Telles, Luís Rouxinol e João Salgueiro da Costa, acompanhados das respectivas quadrilhas e moços de forcado, desta feita com a incumbência de em solitário pegar os seis touros da tarde.

As cortesias já se fizeram, sendo que o tauródromo assinala uma entrada que ronda ao momento, cerca de meia lotação preenchida (forte). A corrida, é dirigida pelo Sr. Lourenço Luzio, coadjuvado pelo médico veterinário, José Luís Cruz.

Nota: Antes do início da corrida, tocou-se o Hino Nacional.

Santarém - 10 de Junho

Santarém, 10 de Junho de 2019!
Damos agora início a mais um DIRECTO aqui, naquele que é o site taurino preferido pelos portugueses.
Do dia de hoje ao primeiro directo feito pelo TouroeOuro, separam-nos oito anos. Oito anos de revolução na informação, oito anos de algumas derrotas, algumas tristezas, alguns dissabores, mas sobretudo, de imensas alegrias pela história feita e sobretudo, muita certeza de que doa a quem doer, continuamos a liderar com imenso profissionalismo.

Ao tempo, num dia homólogo, actuaram João Moura, Diego Ventura e Tomás Pinto, este último em dia de doutoramento. Pegou o Grupo de Santarém, uma encerrona, como de resto é tradição.

Cumpre-se a tradição e daqui a instantes, a formação ora liderada por João Grave, pegará em solitário, seis touros.
As lides estarão a cargo dos cavaleiros António Telles, Luís Rouxinol e João Salueiro da Costa.

Fique para ler... porque aqui, será o primeiro a saber de tudo o que acontecer numa das mais importantes praças de touros do país, agora com a marca, Praça Maior... como sempre foi a Celestino Graça, uma praça com toda a certeza, maior!!!

 

 

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0