Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Em directo

Figueira da Foz, 24 de Agosto 2019

2019-08-24 21:30:00

6º - Tristão Guedes de Queiroz- (David R. Telles - 360 quilos)

A última rês da temporada no Coliseu Figueirense teve lide por conta do jovem amador Tristão Telles Guedes de Queiróz. Lidou um novilho negro listão, com ferro da casa Telles, que não facilitou o labor do ginete. Existiram falhas naturais e aceitáveis para um cavaleiro amador, que teve como ponto alto da série de curtos, os segundo e terceiro ao estribo. Fechou a sua aparição, na Figueira da Foz, com duas rosas de elevada nota, levantando mesmo muitos espectadores dos seus assentos!

Para a última pega da noite, pelos amadores de Coimbra, foi à cara André Macedo tendo consumado ao quarto intento.

Tristão Guedes de Queiroz - Volta
André Macedo (GFA Coimbra) - Não foi autorizada volta

5º Touro - Soraia Costa (Higino Soveral - 475 quilos)

Desta vez, o quinto astado a sair à arena não cumpriu com o ditado, dificultando o labor da jovem cavaleira do norte. Iniciou fase de curtos com uma montada, que se recusou por um par de vezes, deixando desde logo um peso em cima dos ombros da jovem ginete. A reunião do primeiro curto a ser cravado não foi a melhor, havendo lugar a toque na sua montada. Passado o 'cabo das tormentas' a lide subiu ligeiramente de nível, nunca chegando, porém, a romper. Destaque para o quarto curto que foi o de melhor nota.

Para a quinta pega da noite, João Armando do Aposento do Barrete Verde de Alcochete efectivou à primeira tentativa.

Soraia Costa - Volta
João Armando (GFA Barrete Verde de Alcochete) - Volta

4º Touro - Luís Rouxinol Júnior - (Higino Soveral - 520 quilos)

Encarregue de abrir a segunda parte do festejo, Luís Rouxinol Jr. lidou o mais pesado do festejo. É um cavaleiro que chega com bastante facilidade ao conclave e com o evoluir da temporada nota-se crescimento e um aumento de maturidade notável. Deixou uma série de curtos considerável, embora intercalada com duas passagens em falso, tendo-lhe sido concedida música aquando da cravagem do segundo curto, que resultou de uma sorte frontal muito bem conseguida. Terminou a sua função com dois ferros de palmo, um dos quais em sorte al violín.

Para a última pega dos amadores do Ribatejo, foi à cara Rafael Costa, que brindou ao cabo da sua formação, Pedro Espinheira, que saiu lesionado no dia de ontem da Praça de Touros do Cartaxo, sendo intervencionado cirurgicamente, encontrando-se já hoje, entre trincheiras. Consumou pega ao primeiro intento.

Luís Rouxinol Júnior - Volta
Rafael Costa (GFA Ribatejo) - Volta

3º Touro - João Ribeiro Telles - (Higino Soveral - 440 quilos)

O astado saído em terceiro lugar foi aquele que, até ao momento, mais exigiu do cavaleiro. Andarilho e a acompanhar a montada por diversas vezes, em paralelo, teve lide por parte de João Ribeiro Telles. Após deixar três compridos regulares, partiu para a fase de curtos, não tendo o resultado pretendido. Ao segundo da ordem, o toiro adiantou-se uma barbaridade, resultando o ferro traseiro e consentindo o ginete coruchense forte toque na sua montada. Destaque para o terceiro curto, um ferro de valor, com ligeira batida, tendo posteriormente o jovem cavaleiro abreviado a sua faena, dadas as muitas dificuldades que o seu oponente apresentava.

Pelos amadores de Coimbra, foi à cara o forcado Pedro Casalta, efectivando dura pega ao terceiro intento.

João Ribeiro Telles - Não deu volta, embora autorizada
Pedro Casalta (GFA Coimbra) - Volta

2º Touro - João Moura Júnior (Higino Soveral - 510 quilos)

O segundo da ordem, salgado claro de capa, possuía um trapio irrepreensível e teve nobreza na investida. Teve lide a cargo de João Moura Jr. que o lidou em crescendo, sendo o terceiro curto um grande ferro, de alto a baixo, pecando apenas pela sua colocação algo descaída. A preparação do quarto da ordem é de bastantes quilates, trazendo o astado na garupa da sua montada e cravando em terrenos de compromisso. Fechou a sua passagem com as suas habituais Mourinas, a primeira das quais de excelente nota, levantando o público prensente e um palmito, também ele, de nota elevada.

A segunda pega da noite, envergando a jaqueta do Aposento do Barrete Verde de Alcochete, esteve a cargo de Bruno Amaro que efetivou à segunda tentativa.

João Moura Júnior - Volta
Bruno Amaro (GFA Barrete Verde de Alcochete) - Volta

1º Touro - Filipe Gonçalves - (Higino Soveral - 470 quilos)

O primeiro a sair dos curros mostrou-se completamente distraído, focando-se em tudo menos na montada do cavaleiro Filipe Gonçalves. Os compridos ficaram em sortes de recurso, dado o comportamento inicial do toiro que lhe tocou em sorte. Com a rês a ir a mais com o passar do tempo de lide, o ginete algarvio deixou série de curtos com batida ao pitón contrário, destacando-se os terceiro e quarto da ordem, em reuniões ajustadíssimas. Após três passagens em que a ferragem acabou por não ficar, deu por finalizada a sua actuação com um ferro de violino, seguido de um palmito, em terrenos cambiados.

Para a primeira pega da noite, pelos amadores do Ribatejo, foi à cara Bruno Inácio, consumando ao bom segundo intento.

Filipe Gonçalves - Volta
Bruno Inácio (GFA Ribatejo) - Volta

Cortesias...

E hoje, chega ao fim mais uma temporada de Verão do centenário, Coliseu Figueirense. Corrida com vários pontos de interesse, começando pelos seis jovens cavaleiros em cartel. São eles: Filipe Gonçalves, João Moura Jr., João Ribeiro Telles, Luís Rouxinol Jr., Soraia Costa e o amador Tristão Telles Guedes de Queiróz que lidarão um curro de toiros, proveniente dos campos do Mondego, com ferro de Higino Soveral e um novilho com ferro de David Ribeiro Telles. As pegas, esta noite estarão a cargo dos amadores do Ribatejo, Aposento do Barrete Verde de Alcochete e Coimbra.

Já se realizaram as cortesias de uma corrida que é dirigida por José Soares, assessorado pelo Dr. José Luís Cruz, contando o tauródromo, neste momento, com metade da sua lotação preenchida.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0