Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Em directo

Granja - 8 de Fevereiro 2020

2020-02-08 15:00:00

6º - Tristão Ribeiro Telles (David Ribeiro Telles)

O derradeiro novilho da tarde agora chuvosa, esteve a cargo do mais novo actuante em cartel. Tristão Ribeiro Telles, esteve bem, deixando boa nota na forma como lidou e cravou compridos e curtos.
Foi aplaudido pese embora a instabilidade climatérica desta fase do festejo, não tenha ajudado.

A derradeira pega do festival, esteve por conta do Grupo de Forcados Amadores de Safara, sendo efectivada à primeira tentativa por Nelson Ramos.

Tristão Ribeiro Telles - Volta
Nelson Ramos (GFA Safara) - Volta

5º - Paco Velasquez (David Ribeiro Telles)

Foi talvez a grande surpresa da tarde, até porque foi a primeira vez que actuou em Portugal, a cavalo.
Paco Velasquez lidou um escorrido também de David Ribeiro Telles, que deu bom jogo e que permitiu ao também matador de toiros uma muto boa actuação. Lidou com temple, em crescendo, deixando bons curtos, com adornos toureiros e muita fluência a lidar.

A segunda pega da tarde, a cargo do Real Grupo de Moura, esteve por conta de Luís Branquinho, sendo consumada ao primeiro intento.

Paco Velasquez - Volta
Luís Branquinho (Real Grupo de Moura) - Volta

4º - Duarte Fernandes (David Ribeiro Telles)

Depois de dois compridos, Duarte Fernandes começou em curtas montando o Artista.
A sua actuação brindada ao público, foi de boa nota e auspiciosa quanto ao seu futuro, tendo Duarte e já montando o Chanel, deixado uma série de boas bandarilhas, destacando-se a última como soberba, depois de imponente quiebro em curtíssimas distâncias. As derradeiras curtas foram rematadas com piruetas ajustadas.
O novilho por si lidado, 'serviu', mas foi mais escorridote de carnes.
Relembramos que Duarte Fernandes prestou hoje provas para cavaleiro praticante.

A segunda e última pega a cargo dos Amadores de São Manços, foi concretizada por Manuel Trindade, à primeira tentativa.

Duarte Fernandes - Volta
Manuel Trindade (GFA S. Manços) - Volta

3º - João Ribeiro Telles (Mata-o-Demo)

O terceiro astado da tarde, pertencente à ganadaria de Mata-o-Demo, como os restantes até ao momento saídos à arena, teve lide destinada a João Ribeiro Telles.
Bom oponente, bom toureiro e sobretudo em momentos verdadeiramente inspirados. Depois dos bons compridos, seguiu para excelentes curtos, com a rês metida quase sempre em tábuas, fazendo batida ao pintón contrário, saindo a ladear como remates das sortes. Grande actuação, a resultar em bom prenúncio nesta fase inicial do ano taurino.

Mais uma pega, a terceira e mais uma formação em praça. Desta feita, coube ao Grupo de Forcados Amadores de Safara, efectivar boa pega ao primeiro intento, por André Tareco.

João Ribeiro Telles - Volta
André Tareco (GFA Safara) - Volta

2º - Filipe Gonçalves (Mata-o-Demo)

A intermitência foi a nota dominante de uma lide também ela brindada a George Martins, aqui presente na Granja.
Filipe Gonçalves deixou dois compridos, consentindo aquando da reunião do segundo, forte toque na montada. Com a mesma montada da ferragem inicial, deixou uma bandarilha curta, com o 'tal' timbre irregular.
Com o segundo cavalo trazido à arena, cresceu um pouco em qualidade, deixando 'curtas' com batida ao piton contário... Lidou ao som de música.

A segunda pega da tarde, mas primeira a cargo do Real Grupo de Moura, foi consumada ao terceiro intento por João Pereira, dobrando Luís Bate.

Filipe Gonçalves - Volta
João Pereira (Real Grupo de Moura) - Não deu volta, embora autorizada

1º - Rui Fernandes - (Mata-o-Demo)

Ao som de 'Manuel dos Santos', lidou o primeiro da agradável tarde de inverno, Rui Fernandes.
Depois de dois compridos regulares e de bem receber o oponente com apresentação adequada à tipologia do evento, eis segue para uma boa sequência de curtos, fiél ao seu conceito de lidador com 'raça', rematando as sortes com ajustadas piruetas.
Terminou com o já conhecido 'El Dourado' e dois curtos com cite em balancé.
Rui Fernandes, que vê hoje a prova de praticante do seu sobrinho Duarte Fernandes, brindou a George Martins.

A primeira pega da ordem de lide, foi efectivada por João Fortunato, ao sexto intento, mas seu primeiro, dobrando anteriores tentativas de Sérgio Paços e Pedro Galhardo.

Rui Fernandes - Volta
João Fortunato (GFA S. Manços) - Não foi autorizada volta

Cortesias...

Sob a batuta de Domingos Jeremias, leva-se a efeito, aquele que é o segundo espectáculo da presente temporada.

A Granja, assumiu de há uns anos a esta parte, um signo de qualidade no que a elencos concerne, sendo o seu festival, sinónimo absoluto do primeiro grande compromisso com as figuras, havendo ainda, forte componente jovem…

O cartel, é este ano composto pelos cavaleiros Rui Fernandes, Filipe Gonçalves, João Ribeiro Telles, Paco Velasquez, Duarte Fernandes (a prestar provas para cavaleiro praticante) e Tristão Ribeiro Telles, ainda cavaleiro Amador.

Lidar-se-ão reses de David Ribeiro Telles e Mata-o-Demo, com pegas a cargo dos Grupos de Forcados Amadores de São Manços, Real Grupo de Moura e Safara.

A Praça de Touros da Granja, regista uma entrada que ronda (ao início do festejo), dois terços de casa preenchidos.

O primeiro DIRECTO do ano, pelo site líder no seu sector, começa, agora!

Nota: O festival começou com cerca de cinco minutos de atraso.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0