Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Em directo

Campo Pequeno - 30 de Julho 2020

2020-07-30 21:00:00

6º Touro - Duarte Pinto (A. R. Brito Paes - 604 quilos)

A derradeira actuação da noite, esteve por conta do cavaleiro Duarte Pinto que agora sim se mostrou frente a um colaborante toiro.
Bem Duarte desde o princípio ao fim, numa prestação limpa, com classe e bons ferros, vindo ligeiramente a menos no último, protagonizando uma sorte mais descomposta.

A última pega da noite, desta feita destinada aos Amadores de Lisboa, foi consumada de caras pelo forcado João Varandas, ao quinto intento.

Duarte Pinto - Volta
João Varandas (GFA Lisboa) - Não foi autorizada volta

5º Touro - Marcos Bastinhas (A. R. Brito Paes - 586 quilos)

O quinto toiro da ordem, de longe o melhor do festejo até ao momento, foi lidado e bem por Marcos Bastinhas.
Recebeu à porta gaiola, deixando bons compridos, a dar vantagens ao toiro.
Nos curtos andou em muito bom plano, quer na brega alegre, quer nas reuniões e cravagens. Terminou com um par de bandarilhas à passagem pelo corredor.

António Queirós e Melo, dos Amadores de Santarém, efectivou pega à terceira tentativa.

Marcos Bastinhas - Volta
António Queirós e Melo (GFA Santarém) - Volta
Toiro/ganadeiro - Volta

4º Touro - Luís Rouxinol (A. R. Brito Paes - 610 quilos)

A segunda actuação do cavaleiro Luís Rouxinol, demorou a chegar ao público e apenas adquiriu maior expressão no seu término, aquando da atribuição de música.
Depois dos compridos, lidou em curto, dobrando-se na brega a duas pistas, mas, na cravagem, as sortes a resultarem por vezes demasiado abertas.
É de referir que o astado pouco transmitiu e de quando em vez fugia para tábuas.

Vitor Epifânio, dos Amadores de Lisboa, consumou pega à segunda tentativa.

Luís Rouxinol - Volta
Vitor Epifânio (GFA Lisboa) - Volta

3º Touro -Duarte Pinto (A. R. Brito Paes - 584 quilos)

Duarte Pinto

Nome: Duarte Soares Rebelo Paes Pinto
Data de Nascimento:
20 de Setembro de 1983
Alternativa:
23 de Julho de 2009
Padrinho:
Emídio Pinto

A terceira lide da ordem esteve por conta de Duarte Pinto, o mais jovem cavaleiro em cartel.

Andou regular, numa actuação em crescendo e que demorou mais a chegar ao público.
O toiro acabaria por pouco transmitir, permitindo apenas uma actuação morna, com ferros correctos, mas em tom pacato...

A segunda pega pertencente ao Grupo de Forcados Amadores de Santarém, foi consumada ao segundo intento por Joaquim Grave.

Duarte Pinto - Volta
Joaquim Grave  (GFA Santarém) - volta

2º Touro - Marcos Bastinhas (A. R. Brito Paes - 590 quilos)

Marcos Bastinhas

Nome: Marcos Nabeiro Tenório
Data de Nascimento:
1 de Junho de 1986
Alternativa:
10 de Julho de 2008, Campo Pequeno
Padrinho:
Joaquim Bastinhas

Brindando também ao público, entrou em praça o cavaleiro Marcos Bastinhas. Depois da primeira fase da sua actuação, na qual deixou dois compridos, seguiu para bandarilhas, deixando as primeiras depois de bregar a duas pistas de forma vistosa.
Terminou com um palmito e par de bandarilhas cravado à passagem pelo corredor, fazendo as delícias do público que muito ovacionou.

A segunda pega da ordem, mas primeira a cargo do Grupo de Amadores de Lisboa, esteve por conta de Duarte Mira, sendo consumada ao primeiríssimo intento.

Marcos Bastinhas - Volta
Duarte Mira (GFA Lisboa) - volta

1º Touro - Luís Rouxinol (A. R. Brito Paes - 566 quilos)

Luís Rouxinol

Nome: Luís Armando Ferreira Vicente
Data de Nascimento:
8 de Agosto de 1968
Alternativa:
10 de Junho de 1987, Santarém
Padrinho:
João Moura

O primeiro toiro da noite, numa noite de ‘nova normalidade’, esteve por conta do veterano Luís Rouxinol. Depois de brindar ao público, iniciou a lide com dois bons compridos e uma série de curtos de boa nota e correcto entendimento do oponente bem apresentado que teve por diante.

Lide dinâmica, agradável à vista, frente a um toiro que se deixou sem comprometer demasiado.

A primeira pega da noite, esteve por conta de Salvador Ribeiro de Almeida, dos Grupo de Forcados Amadores de Santarém, sendo consumada ao segundo intento.

Luís Rouxinol - Volta
Salvador Ribeiro de Almeida (GFA Santarém) - Volta

Cortesias

Começa o espectáculo primeiro desta atípica temporada na capital portuguesa.
O Campo Pequeno, agora com concessão de Álvaro Covões e promotor taurino, Luís Miguel Pombeiro, abriu hoje as suas portas para a primeira corrida desta 'nova normalidade'.

Em praça, para as diferentes cortesias, estiveram já os três cavaleiros anunciados, bem como os dois grupos de forcados.
Relembramos que as 'diferentes' cortesias, são agora pautadas pela entrada na arena, dos cavaleiros em solitário, um a um, em saudações rápidas ao público e ao Director de Corrida, hoje Tiago Tavares, coadjuvado pelo médico veterinário Jorge Moreira da Silva.

Começe-se o 'show', porque a vida continua, numa 'mascarada' assistência muito bem composta.

Nota: Cumpriu-se um minuto de silêncio pelas vitimas de Covid e pelo recente falecimento de Mário Coelho.

Ambiente antes da Corrida

O TouroeOuro está de volta aos DIRECTOS e desta feita, desde a tão-só mais importante praça de touros do país.
Aquela que foi apelidada de 'a nossa casa', volta a abrir portas para aquela que é a primeiro espectáculo de um mais curto abono lisboeta.
Assim sendo, o Campo Pequeno, receberá daqui a pouquíssimos minutos, um cartel desenhado pela empresa Ovação e Palmas, liderada por Luís Miguel Pombeiro, composto pelos cavaleiros Luís Rouxinol, Marcos Bastinhas e Duarte Pinto, estando as pegas de um curro de toiros de António Raúl Brito Paes a cargo dos forcados dos Grupos de Santarém e Lisboa.

Este Directo não contemplará a publicação imediata de imagens, devido à escassez de condições para o efeito.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0