Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Em directo

Chamusca, 25 de Junho 2022

2022-06-25 21:30:00

6º Touro - António Telles filho (Prudêncio - 590 quilos)

A derradeira actuação da noite, esteve por conta de António Telles filho.
O toiro que o jovem António teve por diante, foi também ele andarilho e desenvolveu o seu 'génio', exigindo ao toureiro a exibição das suas 'credenciais' na hora da sua lide.
Telles filho esteve em plano lidador, executando as sortes de forma clássica, estando em bom plano.

O último capítulo da corrida, ou seja, a pega do sexto toiro, foi concretizada pelo forcado João Saraiva, do Grupo de Forcados do Aposento da Chamusca, à primeira boa tentativa.

António Telles filho - Volta
João Saraiva (GF Aposento da Chamusca) - Volta

Ganadeiro - Volta

5º Touro - Joaquim Brito Paes (Prudêncio - 565 quilos)

Joaquim Brito Paes foi mais uma lufada de ar fresco neste espectáculo em noite arrefecida pelo 'aire' que sopra...
Depois dos bons compridos, seguiu para curtos, surpreendendo tudo e todos com a primeira bandarilha deixada de forma espantosa, com um quiebro muito pronunciado e que motivou forte ovação do público. Este ferro, teria motivado música imediata.
O segundo foi 'igual' e esta foi a tónica da muito boa actuação de Joaquim Brito Paes, frente a um toiro com mobilidade e que não levantou problemas ao jovem toureiro.

Bernardo Borges, dos Amadores da Chamusca, concretizou pega ao terceiro intento.

Joaquim Brito Paes - volta
Bernardo Borges (GFA Chamusca) - Volta

4º Touro - João Salgueiro da Costa (Prudêncio - 575 quilos)

Depois de um intervalo dedicado ao fado pelas vozes de João Chora e Marisa Ferreira, deu sequência ao espectáculo, João Salgueiro da Costa.
O toiro de Prudêncio, como os demais saídos à arena até ao momento, bem apresentado para a tipologia do tauródromo em questão, foi andarilho, evidenciado muita dificuldade em fixar-se, motivo pelo qual dificultou em muito o labor do ginete. Salgueiro andou com solvência, cumprindo com a papeleta de forma correctíssima, mas sem alardes de triunfo.

João Varandas, dos Amadores de Lisboa, efectivou à quinta tentativa (sua segunda) a pega deste quarto toiro do festejo, dobrando os três primeiros intentos de Daniel Batalha, este último saíndo lesionado da arena.

João Salgueiro da Costa - Não foi autorizada volta
João Varandas (GFA Lisboa) - Não foi autorizada volta

3º Touro - Duarte Pinto (Prudêncio - 565 quilos)

A Duarte Pinto coube lidar o terceiro da noite, um astado muito colaborante e ao qual o ginete deu a lide adequada.
Pinto protagonizou uma boa série de compridos, deixando a abrir a a fase de curtos, uma excelente bandarilha, de perfeita execução. A restante actuação decorreu de boa maneira, com correcção na interpretação das sortes.

Francisco Montoya, do Grupo de Forcados do Aposento da Chamusca, efectivou boa pega ao primeiro intento.

Duarte Pinto - Volta
Francisco Montoya (GF Aposento da Chamusca) - Volta
Ganadeiro - Volta

2º Touro - Rui Salvador - (Prudêncio - 620 quilos)

A actuação de Rui Salvador teve dois momentos distintos.
O primeiro, de compridos, menos positivo, em que consentiu dois toques na montada, numa altura em que o oponente ainda revelava as suas características e um segundo momento, o de curtos, em que esteve fantástico, lidando em curto, deixando de muito boa forma a ferragem da praxe, com emoção e sentimento, a um toiro que se adiantava enormemente.

Pelos Amadores da Chamusca, foi à cara do toiro, o forcado Francisco Rocha, consumando pega ao segundo intento.

Rui Salvador - Volta
Francisco Rocha (GFA da Chamusca) - Volta

1º Touro - António Telles - (Prudêncio - 570 quilos)

Muito boa actuação a abrir a noite de toiros e também de 'guitarradas'...
Depois de deixar três bons compridos, António Telles iniciou uma fase de curtos em crescendo, cumprindo toda os preceitos a que está afecto o boa maneira de tourear a cavalo em Portugal.
Reuniões exímias, brega clássica, boa monta e bonitos remates, destacando-se o último curto por entre os demais.

A primeira pega da noite esteve por conta de Vítor Epifânio, dos Amadores de Lisboa, sendo concretizada ao terceiro intento.

António Telles - Volta
Vítor Epifânio (GFA Lisboa) - Não deu volta, embora autorizada

Nota: a corrida está a ser abrilhantada, de forma intercalada, pela tradicional Banda de Música e também pela guitarra de João Vaz.

Cortesias...

O TouroeOuro volta hoje a estar em DIRECTO, desta feita, da bonita Praça de Touros da Chamusca, onde se homenageia o Centenário da poetisa Maria Manuel Cid.

Em praça nesta noite de 25 de Junho, entraram já para as tradicionais cortesias, os cavaleiros António Ribeiro Telles, Rui Salvador, Duarte Pinto, João Salgueiro da Costa, Joaquim Brito Paes e António Telles filho.

As pegas estarão por conta dos Grupos de Forcados Amadores de Lisboa, Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca.

À arena sairão toiros da ganadaria Prudêncio.

Nota: antes do início do festejo, com intervenientes e entidades promotoras e da câmara municipal, procedeu-se à homenagem da noite, a D. Maria Manuel Cid, tendo sido também cumprido um minuto de silêncio em memória da tributada da noite e do antigo forcado Evaristo Cutileiro.

O festejo dirigido por Marco Gomes, com assessoria veterinária de José Luís Cruz, conta com uma lotação preenchida que ronda a meia casa.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0